Sábado, 20 de Julho de 2024
21°

Parcialmente nublado

Sapé, PB

Paraíba Posicionamento

Defesa nega “escapada” de padre Egídio e alega falha no monitoramento da tornozeleira eletrônica

Defesa argumentou que padre Egídio de Carvalho vem cumprindo todas as medidas cautelares desde 17 de abril.

02/07/2024 às 10h23
Por: Redação Fonte: ClickPB/Halan Azevedo
Compartilhe:
Defesa nega “escapada” de padre Egídio e alega falha no monitoramento da tornozeleira eletrônica

A defesa do padre Egídio de Carvalho negou, na noite desta segunda-feira (1º), que o religioso tenha quebrado medida cautelar e infringido o uso da tornozeleira eletrônica. O posicionamento ocorre após mapeamento da tornozeleira mostrar que o padre teria saído do local onde se encontra sem avisar a Justiça.

Continua após a publicidade

Enviaram ao juiz José Guedes Cavalcanti Neto, da 4ª Vara Criminal, informações sobre a suposta saída de Egídio de Carvalho. O padre teria se ausentado sem autorização da casa onde está para passear na Orla de João Pessoa.

Segundo eles, o padre permaneceu na prisão domiciliar durante todo o tempo no dia 21 de junho, data que o monitoramento registrou o que teria sido a saída do padre da casa onde se encontra.

O ClickPB notou que os advogados alegam que houve um lapso no monitoramento entre às 22h50:33 e 22h51:05 do dia 21. Também teria ocorrido outro lapso de monitoramento entre 22h51:05 e 22h52:33.

A defesa argumentou que padre Egídio de Carvalho vem cumprindo todas as medidas cautelares desde 17 de abril. Eles também pediram que sejam requisitadas ao condomínio Saulo Maia, onde o padre se encontra preso, as câmeras de monitorando, com data e horário, para provar que o padre permaneceu no local sem sair de lá.

Os argumentos da defesa são assinados, no documento, pelos advogados José Rawlinson Ferraz e Luciano F. Santoro.

Veja abaixo a alegação da defesa do padre Egídio:

 

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias