Quarta, 19 de Junho de 2024
26°

Tempo limpo

Sapé, PB

Paraíba Pesquisa

Suspeitas sobre Contratos de Pesquisas pela Prefeitura de Marí

.

28/05/2024 às 14h01
Por: Redação Fonte: FontePB
Compartilhe:
Suspeitas sobre Contratos de Pesquisas pela Prefeitura de Marí

À medida que o pleito eleitoral se aproxima e em meio a um cenário político cada vez mais complicado pela disputa, a população de Marí, no interior Paraibano, parece estar cada vez mais atento ao desenrolar das questões local, principalmente, quando o assunto é a gestão municipal e o uso dos recursos públicos.

Continua após a publicidade

Dados do SAGRES/TCE-PB revelam um gasto de R$ 18.500,00 da prefeitura local em pesquisas realizadas pela empresa OPINIAO PESQUISAS QUANTITATIVAS E MARKETING LTDA ao longo de 2023 e início de 2024. As pesquisas, contratadas supostamente para avaliar diversas necessidades socioeconômicas da população, levantam sérias questões sobre sua real finalidade.

Os objetivos das pesquisas incluem temas como Assistência Social, Agricultura, Geração de Emprego e Renda, Lazer, Limpeza Urbana, Iluminação Pública, Transportes, Segurança Pública, Pavimentação, Educação Pública, Saúde Pública, Saneamento Básico e Habitação/Moradia. A primeira pesquisa foi realizada em fevereiro de 2023, seguida por outras em agosto e outubro do mesmo ano. Em março de 2024, a prefeitura novamente contratou a mesma empresa para uma nova pesquisa com objetivos semelhantes.

No entanto, o que poderia ser visto como um esforço louvável de administração pública está cercado de suspeitas. A página da OPINIAO PESQUISAS SOCIAIS (nome de fantasia da empresa) no Facebook sugere que a mesma é especializada em pesquisas políticas, o que levanta uma importante questão: estariam esses recursos sendo utilizados para avaliar as políticas públicas ou para fins eleitorais?

Página da Opinião Pesquisas Sociais. – Foto: Reprodução/Rede Social

Fontes próximas à redação deste portal indicam que setores políticos de Marí estão preocupados com a possibilidade de que a administração municipal esteja utilizando essas pesquisas para medir o desempenho do governo e planejar estratégias eleitorais. Este temor é reforçado pelo fato de que, em abril do ano passado, o atual prefeito lançou a vice-prefeita como sua sucessora, o que poderia sugerir uma manobra política para garantir continuidade no poder.

O montante gasto em pesquisas – variando de R$ 4.000,00 a R$ 5.500,00 por sondagem – pode parecer modesto, mas representa um uso significativo dos recursos públicos que deveria ser rigorosamente monitorado.

Além disso, surge um questionamento fundamental: qual foi a finalidade real dessas pesquisas e por que seus resultados não foram amplamente divulgados à população? Se o prefeito deseja saber o desempenho de cada setor, os cidadãos que pagaram por essas pesquisas com o dinheiro de seus impostos também têm o direito de conhecer a opinião pública sobre os serviços que utilizam.

Veja os documentos:

PESQUISA – 10 2023

PESQUISA – FEV 2023

PESQUISA – MAR 2024

PESQUISA – AGO 2023

CNPJ IPINIÃO

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias