Quarta, 19 de Junho de 2024
23°

Tempo limpo

Sapé, PB

Paraíba Chuvas

João Pessoa registra alagamentos, queda de árvores e desabamentos nesta terça

.

28/05/2024 às 12h53
Por: Redação Fonte: MaisPB
Compartilhe:
João Pessoa registra alagamentos, queda de árvores e desabamentos nesta terça

A capital paraibana tem pontos de alagamentos em algumas vias por contas das chuvas registradas na manhã desta terça-feira (2). De acordo com a Agência Executiva de Gestão das Águas (Aesa), são esperadas chuvas de intensidade fraca a moderada, por vezes forte, sobre a faixa litorânea, podendo se estender de forma pontual sobre áreas do Brejo e Agreste.

Continua após a publicidade

De acordo com monitoramento do COTT/SemobJP, houve  pontos com registro de acúmulo de água com bloqueio total das vias:

– Av. Dom Pedro II (IBAMA) sentido bairro (águas baixaram)
– Cel Augusto F. Maia(Viaduto do Cristo)
– Lateral do Central de Polícia (águas baixaram)
– Av. Sergio Guerra( Equilibrio do Ser) (águas baixaram)
– Av. Sanhaua (águas baixaram)
– Ladeira entre Mangabeira-Valentina
– Caetano Filgueiras X Feliciano Dourado (Feira da Torre)
– Agua Fria – Lateral do CAM
– Av. Dom Pedro II X Av. Coremas (águas baixaram)
– Av. Hilton Souto Maior (Rotatoria A e C)

O teto de um posto de combustíveis desabou em Cruz das Armas, na esquina com a Feira de Oitizeiro, e uma árvore caiu ao lado da UFPB. Houve queda de árvores também nos Bancários, Rangel e Parque da Lagoa.

Semáforos da cidade também registram problemas:

– Av. Epitácio Pessoa x R. Maria Caldas (resolvido)
– Av. Gov. Flávio R. Coutinho x A. Guarabira (equipe no local)
– Av. Nego x Av. Nossa Senhora dos Navegantes (resolvido)
– Av. Gov. Flávio R. Coutinho X Av. Fernando Luis Henrique (resolvido)

Em caso de ocorrências deve-se ligar para a Defesa Civil, por meio do telefone 199.

De acordo com o diretor de operações da Semob-JP, Sanderson Cesário, as equipes estão em alerta desde às 5h para prestar os desvios necessários em pontos alagados e orienta que as pessoas evitem deslocamentos desnecessários e, caso seja inevitável, verificar as condições do veículo.

As chuvas ocorrem por conta da presença de aglomerados de nuvens na faixa litorânea e áreas adjacentes, associados ao deslocamento de umidade oriunda do oceano Atlântico, em direção à costa leste do Estado, trazida pelos ventos alísios de sudeste (ventos em baixos níveis da atmosfera).

Ainda segundo a Aesa, nas demais regiões o tempo deverá permanecer com nebulosidade variável.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias